Miss Grim


Showing category "Contos" (Show all posts)

Lenda do Caboclo D'Água

Posted by paula on Wednesday, August 3, 2011, In : Contos 
Quando estava nadando nu em uma represa, o rapaz foi puxado para baixo por uma força misteriosa. Ao voltar à superfície, segundos depois, estava sem os testículos. Como ninguém  soube dizer que bicho tinha comido o escroto dele, a conclusão foi de que se tratou de mais um ataque do Caboclo D’Água. 

Histórias como essa têm deixado em pânico a população da região de Mariana, em Minas Gerais. 

Milton Brigolini Neme, 50, professor universitário, disse que o Caboclo D’Água é um v...

Continue reading ...
 

O Objeto perdido

Posted by paula on Tuesday, June 21, 2011, In : Contos 

Em meio a uma roda com fogueira, numa certa noite de interior,muito frio e histórias de horror, um certo garoto lança um desafio ao amigo. Faremos uma aposta, eu duvido que o Marcio entre no cemitério a meia noite???? Marcio então respondeu ao amigo: - Aceito o desafio e não só entro como ainda trago algopara comprovar que estive lá. Então a meia noite ambos foram ao portão do cemitério, o amigo para ver com seus próprios olhos que Marcio entraria. Marcio entra, e o amigo assustad...


Continue reading ...
 

Jeitos de ter a morte.

Posted by paula on Sunday, June 5, 2011, In : Contos 
O homem fraco teme a morte, o desgraçado chama-a; o valente procura-a. Só o sensato a espera.
Benjamin Franklin

Continue reading ...
 

A Garota da Fotografia

Posted by paula on Friday, June 3, 2011, In : Contos 
Em um dia na escola, um garoto chamado Bruno estava sentado em sua classe durante a aula de matemática. Faltavam seis minutos para a aula terminar. Enquanto ele fazia os exercícios, uma coisa chamou sua atenção. A carteira dele era ao lado da janela, ele se virou e olhou para o pátio do lado de fora. Tinha algo que parecia uma foto jogado no chão. Quando a aula acabou, ele correu até o lugar que ele tinha visto a foto. Ele correu o mais rápido que podia para que ninguém pegasse ela a...
Continue reading ...
 

A Bruxa e o Inquisidor

Posted by paula on Monday, May 16, 2011, In : Contos 
Era uma noite fria e escura, primeira noite de lua cheia, na pequena e pacata vila de Filan. Estava tudo normal, ate 03h00min da manha quando um barulho de acidente de carro muda a rotina da Rua Maremotriz, os moradores acordam assustados, vão as janelas vêem o que aconteceu, mas o estranho era que não tinha nenhum carro, nenhum acidente, ninguém na rua. Os moradores se olham entre as janelas e voltam a dormir. Na manhã seguinte os murmúrios sobre tal acontecimento tomam conta da rua. O...
Continue reading ...
 

A Cripta

Posted by paula on Monday, May 16, 2011, In : Contos 
Jéssica era uma professora de dança , nascida em 23 de novembro de 1980 , que era ligada nas artes místicas . Um certo dia , ela teve o seguinte sonho : Ela sonhou que estava no Cemitério Municipal de Curitiba e chegou no corredor número 1 , na quadra 23 . Lá , ela encontrou uma cripta interessante : toda azul ; em seus lados existiam estátuas de íbis , o pássaro místico do Egito ; sua construção era em estilo jônico , com pilares gregas e havia sete pessoas sepultadas lá . No c...
Continue reading ...
 

Lenda do SIM

Posted by paula on Monday, May 16, 2011, In : Contos 
Na rua deserta e umedecida pela fina garoa que caía, caminhava a passos largos o homem franzino conhecido como T. Sua pressa tinha um único motivo, não queria perder de forma alguma o jogo do Knicks, torcedor fanático que era. Fez o serviço com a destreza habitual já conhecida por seus clientes que o contratavam a peso de ouro, pagamento adiantado como de praxe, problema algum para quem escolhia um homem com tanto respeito no submundo. No caminho gabava-se de quão bom era, a encomenda ...
Continue reading ...
 

Lágrimas de sangue

Posted by paula on Monday, May 16, 2011, In : Contos 
Em uma cidade do interior de SP havia uma menina tão linda quanto um anjo mais que se vestia como uma vampira, seus modos eram estranhos, ela parecia sombria, mas apesar do seu jeito e do seu modo de se vestir ela era doce. Ela era acostumada a ir ao cemitério todos os dias, certa vez o vigia a pegou falando sozinha lá dentro e a perguntou com quem ela estava conversando ela então o respondeu que conversava com alguns amigos e parentes que já estavam mortos o vigia sem entender nada apen...
Continue reading ...
 

O Canavial

Posted by paula on Monday, May 16, 2011, In : Contos 
No interior de Minas Gerais muitos "causos" misteriosos são contados . Um causo muito estranho aconteceu numa cidadezinha, cuja fonte de renda era a cultura de cana de açúcar. Das grandes fazendas aos sítios, a única coisa que se via eram grandes roças de cana. Numa dessas fazendas, que abrigavam colonos de toda parte do país, conta-se que um casal de nordestinos chegou e pediu emprego. Além do emprego, deram a eles um casebre, próximo a roça, para que morassem. O casebre era bem is...
Continue reading ...
 

A Doceira da rua 8

Posted by paula on Monday, May 16, 2011, In : Contos 
Essa historia,aconteceu comigo,e algumas pessoas da minha família,já faz algum tempo já, foi assim. Eu morava numa casa até bem grande em uma cidade perto de santa Catarina ela não era muito grande, era uma cidade pequena,eu fiz alguns amigos, a gente sempre brincava na rua e ia em todas as outras, só que a única rua em que ninguém ia, era na Rua 8, falavam para mim que morava La uma docera,uma velhinha que vendia de tudo,falavam q por ela morar sozinha com mais sete gatos, ela era br...
Continue reading ...
 

Vestido de Noiva Maldito

Posted by paula on Sunday, March 27, 2011, In : Contos 
Bendita era uma moça de trinta anos muito sofrida . Pois na sua infância ela apanhava muito do seu padrasto , na sua adolescência ela era humilhada na escola por ser gorda e masculinizada . Por estar fora dos padrões de beleza , Benedita nuca conseguiu arrumar um namorado . O sonho da pobre era ser vigilante ou segurança , mas nunca teve dinheiro para fazer um curso destes . Então , ela arrumou emprego numa tecelagem , como auxiliar de produção . Nesta fábrica , ela ficou na seção ...
Continue reading ...
 

Roseira Mal-Assombrada

Posted by paula on Sunday, March 27, 2011, In : Contos 
Lucas era um menino que adorava flores. Mas suas preferidas mesmo eram rosas, o que era motivo de preconceito contra ele. Porém,Lucas não ligava para o que diziam, isto é, até que um garoto chamado Estevão o ofendeu com palavras indiscutivelmente agressivas. Lucas perdeu a paciência e agrediu o Estevão, que disse: "Você não sabe com quem se meteu". Lucas não deu importância. À tarde, Lucas foi até a roseira para ver as rosas vermelhas, quando Gabriel lhe deu um tiro e Lucas caiu ...
Continue reading ...
 

Relógio Quebrado

Posted by paula on Sunday, March 27, 2011, In : Contos 
João e José, dois irmão que moravam sozinhos, por que seus pais tinham falecido, e a única lembrança que eles tinham dos pais era um relógio que já estava quebrado (era só de lembrança!).Todas as noites o João (irmão mais velho) rezava direitinho, mas seu irmão José (mais novo) ria enquanto rezava.Depois de 20anos João partiu e disse a José: _Fique com o relógio quebrado de nossos pais! José disse: _E você?Com que lembrança vai ficar? _Eu não preciso de lembrança, logo, l...
Continue reading ...
 

A casa do Inferno

Posted by paula on Saturday, January 29, 2011, In : Contos 
Esse foi um fato real, bom num fim de semana calmo e tranqüilo eu e meus amigos estávamos brincando de bola, até que quando minha mãe Vanessa me chamou pra dentro de casa, aí ela disse que tinha que sair para o Taguatinga Shopping, mas nós duas morávamos em São Paulo, e Taguatinga Shopping é em Taguatinga e eu comecei a suspeitar, até quando eu a segui e eu vi que ela não estava indo para o Taguatinga Shopping. Estava indo para uma casa abandonada. Eu comecei a sentir um fiozinho n...

Continue reading ...
 

A Cama Estranha

Posted by paula on Saturday, January 29, 2011, In : Contos 
Uma família que acabara de se mudar para um novo apartamento,estava arrumando os moveis da casa,só não tinham comprado a cama da filha caçula que se chamava Amanda.No dia seguinte,os pais de Amanda foram comprar uma cama para ela. Depois de muito procurar encontraram uma pequena loja de moveis usados,Amanda gostou de uma cama simples e bonitinha.Quando chegaram no apartamento,Amanda logo foi apressando seu pai para montar a cama em seu quarto.No dia seguinte,Amanda reclamou com seu pai di...

Continue reading ...
 

Ju - On

Posted by paula on Saturday, January 29, 2011, In : Contos 
A maldição do ju-on é a maldição de quem morre vítima de fúria violenta, ela ganha força e se instala aonde essa pessoa viveu, quem cruza seu caminho morre e uma nova maldição nasce. Essa lenda é muito conhecida no Japão, Kayako era uma mulher jovem e bonita casada e tinha um filho, esse filho tinha um gato no qual adorava muito, porém apesar das boas condições de vida e uma boa família, Kayako não era feliz. Ela amava seu professor de universidade, tanto que escrevia no diá...

Continue reading ...
 

A "amiga" imaginária

Posted by paula on Friday, January 28, 2011, In : Contos 
A pessoa a quem isto aconteceu jura que é verdade...mas ainda não acredito...mas aqui vai: Um casal vivia num prédio numa zona onde não haviam muitas pessoas! Esse casal tinha uma loja ao lado do seu prédio, que era onde eles trabalhavam! Nessa loja eles tinham uma empregada chamada Maria que tinha a chave e costumava ir aos fins-de-semana para a loja fazer horas-extra! Num certo dia, a Maria estava a trabalhar na loja, fechou a porta da loja para não ser incomodada e começou a trabalh...

Continue reading ...
 

O Fantasma da sala de Bate-Papo

Posted by paula on Friday, January 28, 2011, In : Contos 
Michele era uma moça muito assanhada, que vivia nas salas de bate – papo, da Internet, para conseguir um parceiro. Ela sempre entrava com o nick de Gata Solitária. Certo dia, ela entrou na sala de Esoterismo e começou a teclar com rapaz com o nick de Mago. Este moço adivinhou tudo sobre ela: onde ela morava e suas preferências. Porém, um certo dia, os dois resolveram marcar um encontro deste jeito: Gata Solitária: entra na sala. Mago: Boa – noite! Mago: Que tal marcarmos um encontr...

Continue reading ...
 

A casa Número 866

Posted by paula on Friday, January 28, 2011, In : Contos 

Elley morava em uma casa muito antiga, num bairro nobre de Fortaleza, no Ceará. Sempre morei com meus avôs, que já compraram a casa depois de construída. Engraçado como por mais de 30 anos eles sempre diziam que a casa tinha 70, apesar de todos sabermos que a casa tinha bem mais. Quando pequeno, lembro inúmeras vezes de ter ouvido vozes no escuro corredor da casa. Via pessoas passarem correndo na frente das portas e, quando ia averiguar, não via ninguém. Tinha sempre a impressão de t...


Continue reading ...
 
 

 Parceiros

 Divulgue

Create your own banner at mybannermaker.com!

This free website was made using Yola.

No HTML skills required. Build your website in minutes.

Go to www.yola.com and sign up today!

Make a free website with Yola